Utilizar a madeira para construção é uma das práticas mais antigas do homem. Dede o princípio, a madeira foi fundamental para o desenvolvimento da sociedade, não só como uma função construtiva, mas também tendo inúmeras outras utilidades importantes para a vida humana.

A madeira possui características importantes e que garantem o seu uso para diversos fins em uma obra.


A madeira possui boa resistência mecânica, o que possibilita sua utilização em elementos estruturais, como vigas, pilares e estacas de fundação.

Outra característica importante é a facilidade em trabalhar a madeira, o que facilita o seu uso em esquadrias, pisos e revestimentos.

Este artigo não pretende reunir todas as opções onde a madeira pode ser útil à construção. Pelo menos 10 das principais formas de utilização, com algumas características e considerações importantes.

No Brasil, a madeira ainda continua sendo um material abundante. Por isso, o seu preço é muito competitivo, quando comparado a outros materiais, como o aço.

1 – Fechamento e vedação:

A madeira para construção é muito utilizada na construção de fechamentos, cercas e tapumes.

A maioria das obras possuem um tapume feito com madeira compensada. Este tipo de fechamento é prático, rápido e ainda proporciona um reaproveitamento da madeira.

A madeira também pode ser utilizada como mourão para cercas de arame. Esta utilização também é muito comum para fechamento de obras na construção civil.

2 – Fundação:

Outro local onde a madeira é muito utilizada é na construção de fundações com estacas em madeira.
Neste caso, a madeira utilizada deve ter uma excelente resistência mecânica e não ter falhas ou defeitos ao longo do seu comprimento.

A fundação em estacas de madeira é executada por meio de cravação com um bate-estaca. Muito similar ao processo de estacas pré-moldadas de concreto ou perfis de aço.

Um cuidado com a fundação em estacas de madeira é a variação do lençol freático. Quando o lençol abaixa pode gerar uma perda da capacidade de carga por atrito, entre a estaca e o solo.

3 – Formas:

Pode-se considerar que uma das formas onde a madeira é mais utilizada na construção civil é na confecção de formas para estruturas de concreto.

Neste caso é comum utilizar dois tipos de madeira, as tábuas de pinho e os painéis compensados. Cabe ao construtor fazer a opção mais econômica para sua obra.

Além das tábuas e compensados, são utilizadas outras peças para travamento e montagem das formas, que são os pontaletes e os sarrafos.

4 – Escoramento de valas:

A construção de sistemas de esgoto, fornecimento de água e drenagem urbana exige a escavação de valas profundas.

Neste caso, o uso de escoramento é essencial para manter a segurança dos profissionais e evitar o desmoronamento das paredes das valas.

São utilizadas pranchas de madeira para contenção do solo e escoras de madeira para travamento das pranchas. Este tipo de serviço é muito simples, entretanto é muito importante para a segurança e garantia de uma boa execução dos serviços de escavação.

5 – Cimbramento de estruturas:

O cimbramento também é chamada de escoramento de estruturas.

O cimbramento é necessário para escorar as estruturas de concreto, enquanto as mesmas não adquiriam resistência mínima para suportarem os esforços que elas estarão sujeitas.

O cimbramento é realizado, em sua grande maioria, com troncos de eucalipto com diâmetro médio de 10 cm, ou pontaletes de madeira com seção quadrada. A utilização de troncos de eucalipto é mais rudimentar, enquanto que os pontaletes são beneficiados e garantem uma maior resistência ao escoramento.

O nivelamento do cimbramento de madeira é realizado com auxílio de cunhas de madeira.

6 – Elemento estrutural:

Outra forma muito importante de utilizar a madeira para construção civil é como elemento estrutural.

Neste caso, a madeira precisa ser de qualidade, de preferência de puro cerne. A principal característica para este tipo de elemento é sua resistência mecânica aos esforços de compressão, tração e cisalhamento.

Nas construções atuais a madeira é utilizada como pilar ou viga. Mas nos processos construtivos antigos as peças da estrutura recebiam nomes distintos conforme sua posição na estrutura e sua função, como esteio, madre e frechal.

7 – Esquadrias de madeira:

A madeira também pode ser utilizada na produção de esquadrias, como janelas e portas. Sendo utilizada também nos marcos e batentes.

Inúmeras madeiras são adotadas na confecção de esquadrias. Inclusive madeiras de demolição.

As esquadrias de madeira são muito utilizadas por arquitetos e profissionais de decoração. Elas garantem beleza e combinam com construções contemporâneas e antigas.

8 – Construção de telhados:

A madeira para construção também é muito utilizada na construção de telhados para todo tipo de obra.

Desde telhados simples, que ficam escondidos em platibandas, a telhados que são uma verdadeira obra de arte.

Além disso, é uma solução com um bom custo benefício, visto que madeiras para telhado são facilmente encontradas a preços acessíveis em diversas madeireiras.

9 – Pisos de madeira:

Os pisos de madeira são um elemento de conforto e bom gosto na construção de residências.

Eles garantem o conforto térmico e acústico quando bem instalados.

Um dos problemas de se utilizar a madeira no piso é a umidade. Quando os pisos são instalados com a umidade inadequada eles geram inúmeras patologias no futuro, como o estufamento e empenamento das réguas.

Mesmo assim, o piso de madeira é uma excelente opção de revestimento.

10 – Construção de casas:

Também é possível combinar todas estas utilidades e construir uma casa essencialmente de madeira.
Este tipo de casa não é comum em muitas regiões brasileiras, mas pode ser bem competitiva economicamente.

Uma casa de madeira possui a maioria de seus elementos em madeira, como estrutura, cobertura, vedação, esquadrias, caixilhos e piso.
Finalizando

Como pode ver, a utilização de madeira para construção é essencial. São inúmeras as formas de aproveitar as principais características deste material.

Antes de comprar sua madeira é importante garantir que a madeira não tem origem de desmatamentos ilegais. Por isso, exija sempre a documentação de origem da madeiro ou uma certificação de segurança ambiental.

Fonte: Engenharia Concreta